The End - Logo

PlayNow // The End

Olá meus queridos e queridas gamers! Vocês devem estar se perguntando “Que coluna nova e estranha é essa?” Bem vindos meus queridos a coluna PlayNow! Que estréia com o jogo The End.

Bem, com certeza você já jogou algo online, direto no navegador, como Sonic em flash ou coisa do gênero. Agora, vou mostrar as barras de ouro que valem mais que dinheiro dos chamados “browser games”. Minha lista particular desses games é um pouco extensa e bemmm longa, mas vou mostrar um dos melhores que já usei meu mouse.

E  para começar, eu escolhi o The End (site oficial). Um game intrigante, interessante e inspirador.

The End - Logo

Ele foi feito em parceria da Channel 4 e o escritório criativo Preloaded.  O Canal 4 de Londres tem um programa que quer ajudar jovens e adolescentes a entender assuntos polêmicos, tabus, cultura e muitas outras coisas, de um modo que chame a atenção e seja instrutivo tanto nesses assuntos como assuntos mais subjetivos como historia ou geografia.

Os projetos do Channel 4 também visam que os jovens entrem na fase adulta com um conteúdo interno mais fixado, encorajando debates sobre filosofia, moral e assuntos mais práticos. Um debate que interessou o grupo Preloaded foi sobre morte, fé e ciência, e seguindo esse caminho, queriam criar algo que facilitasse essa comunicação.

Foi com essa premissa que o game The End surgiu.

The End - Cenário

O game é em estilo plataforma com controles simples, você move o personagem para a direita e a esquerda com o as setas do teclado, espaço para pulo e a tecla “E” para utilizar o Light Power, um poder ultrafuderoso interessante, que faz com que você solidifique sombras, para fazer plataformas por cima de buracos.

Você então personaliza seu personagem [meio hipster o estilo] e entra em um mundo… que é atingindo por um meteoro. FIM. FINITO. ‘CABOU-SE. Bem, THE END.

E então… “it begins”

E o começo do fim, uma viagem para descobrir seu eu interior… é, a parada é bem filosófica. Mas é ótima, eu indico. Você deve passar pelos mundos do corpo, da alma e da mente, pegar as chaves das portas [que vem com frases de personalidades famosas], terminar a fase, para que uma pergunta filosófica seja feita a você. Então, o guardião daquele mundo o desafia para um duelo de Death Cards [E HORA DO DUELOOOOO]  pela posse dos artefatos que são chamados de Death Objects. Cada objeto representa as perguntas feitas a você naquela fase, seu significado, e de onde vieram o que representam, e tals.  Suas respostas as perguntas, fazem com que você se localize em um gráfico que eles chamam de The Death Dial, onde eles combinam suas respostas com os outros jogadores, e com seus amigos, e ate com filósofos famosos, alem de mostrar em qual tipo de thinker você é. [Lider, cientista, místico, crente ou outra coisa totalmente diferente.]

Então, resumindo, é muita filosofia. É um jogo bonito, as cores são melancólicas e cinzentas, e mesmo tendo cores fortes, é tudo muito tristonho e serio.

Então é isso. Essa foi minha dica de jogo para vocês mios amores!

Joguem THE END e depois voltem/comentem o que vocês acharam 
ayawen
ayawen

- Artigo por