topo

Serious Business // Mudando o mundo com os games

Todos nós sabemos o quão envolvente e imersivo é um game. Grandes mundos virtuais, realistas ou não, simulando as mais diversas situações (desde o comando de exércitos alienígenas até polvos que se disfarçam de pais).

E se todo esse poder fosse usado para fazer do planeta em que vivemos um lugar melhor? É essa a proposta do G4C – Games For Change (jogos pela mudança) , uma ONG que surgiu em 2004 e tem ganhado considerável respeito pela sociedade “não-gamer”.

Segundo a G4C, games são uma das melhores formas de explicar conceitos complicados de maneira simples e compreensível. E porque não utilizá-los para abordar políticos, sociais e econômicos atuais?

Mundo dos Games

Além disso, a G4C tem o objetivo de mostrar o quanto é importante jogar e como esse hábito pode ser usado para influenciar ações positivas. Sem contar que o grupo tem grande influência na desmistificação de alguns aspectos, como violência causada por games violentos.

A ONG já deu origem a alguns jogos que abordam temas além do entretenimento, como o premiado Global Conflict (Conflitos Globais, na edição em português) e o brasileiro City Rain. Os jogos podem ser vistos no site da organização.

O grupo realiza anualmente o festival Games For Change, onde mostra as vantagens dos games para a sociedade e apresenta idéias para o crescimento responsável da indústria. Nesse ano o evento tornou-se internacional, e a primeira edição no Brasil deve acontecer simultaneamente ao evento da SB Games, em novembro, além de cursos e oficinas que devem percorrer várias cidades do país.

Premiação do Festival Games For Change

O festival principal, ocorreu nos dias 20, 21 e 22 de junho desse ano, e contou com a presença do ex vice-presidente e ativista ambiental Al Gore. As palestras foram transmitidas por streaming e estão disponíveis para assistir on line (indico, especialmente a palestra de Jesse Schell, sobre violência nos games).